Biografia

A cor que inspira arte

A paixão pela arte se manifestou para o artista plástico João Royer, em meados de julho de 2012 quando descobriu sua vocação artística, a partir dai a pintura tornou-se seu hobby, estando presente na maior parte de suas horas vagas. Natural de Montenegro-RS, Royer afirma que a sensibilidade é um atributo essencial para suas inspirações, e a criatividade acontece de forma natural.

A atividade despertou quando sua esposa, Greice Royer, iniciou um curso de pintura, mas foi João que revelou o verdadeiro gosto pela arte. Autodidata, aprimorou sua técnica com poucas aulas acompanhadas por um professor, mas resolveu seguir sozinho na prática.

Em apenas dois anos , o artista já pintou mais de 200 obras, com o uso da técnica óleo sobre tela com espátula. Usa pincel somente para a assinatura da tela, ou eventualmente para algum detalhe, pois sua paixão é a pintura com espátula carregada de tinta. É inevitável dizer que na sua casa estão expostos muitos desses trabalhos, transmitindo uma energia louvável que só a cultura artística é capaz de fazer.

Presença constante em cada imagem, o entusiasmo pela pintura revela-se nas cores vibrantes. Seu diferencial é exatamente a intensidade e a expressão com que utiliza as cores. A harmonia das composições representa o estilo clássico ao moderno.

Se por um lado suas telas revelam simplicidade, por outro lado mostram ousadia e contemporaneidade que se fazem presentes através de cores vibrantes que se harmonizam no contexto da arte. Estão presentes em suas telas elementos da natureza, e ao mesmo tempo vida e alegria por meio de um colorido marcante. Para o autor, a arte que marca é aquela que desperta um mistério que cativa.

Determinação e crença nas suas capacidades criativas são os principais ingredientes na vida do artista que transmite, por meio de suas pinturas, movimento, leveza e a força da cor. Sua essência está nas cores, que faz delas o seu mundo refletido em suas pinturas.

Galeria

Artista Convidado

Dionísio Weschenfelder
05/08/1962
Montenegro - RS

Viver significa vivenciar fatos e situações de forma mais sensível. O que para uns é um simples fenômeno natural para outros pode representar a própria simbologia da expressão da alma. O que define, muitas vezes, esta percepção é a sensibilidade de qualquer indivíduo ou do artista.

A minha vida, naturalmente, trilhou e vem trilhando um caminho, cuja vertente se insere no mundo artístico.

Como fotógrafo amador, fiz minha primeira exposição na Câmara de Vereadores de Porto Alegre em 1997. Em 1998, na Assembleia Legislativa do Estado/RS. Ainda em 1998, na Fundarte de Montenegro/RS.

Não satisfeito, procurei avançar, ingressando, em 1998, em um curso de pintura a óleo. Desde então, a veia artística é alternada entre pintura e fotografia.

Não possuo uma massiva produção de obras de pintura, mas sim, procuro desenvolver o trabalho necessário para acalentar meu espírito.

Em síntese, não transformo o mundo, ele é que me transforma.

Links/Eventos

Descrição
– Blog de Pintura e Fotografia
– Video de Parte das obras do artista
– Video de Telas  - Exposição out/2014 Livraria Cultura Bourbon Country Porto Alegre

Contato

Se voce desejar entre em contato pelo nosso formulário de contato: